O MViva!, espaço aberto, independente, progressista e democrático, que pretende tornar-se um fórum permanente de ideias e discussões, onde assuntos relacionados a conjuntura política, arte, cultura, meio ambiente, ética e outros, sejam a expressão consciente de todos aqueles simpatizantes, militantes, estudantes e trabalhadores que acreditam e reconhecem-se coadjuvantes na construção de um mundo novo da vanguarda de um socialismo moderno e humanista.

terça-feira, 31 de maio de 2011

A Falta de Vergonha de William Bonner



http://1.bp.blogspot.com/_p10tBUO_VnM/S4HZP3gCqzI/AAAAAAAAA5Q/IgUNYXQW7xg/s320/clodovil_bonner.jpg
Prá que toda aquela pose de galã e de dono da verdade exibidas pelo redator chefe do jornal nacional da rede globo de televisão se, ao voltar ao espelho do camarim, se vê diante de um mal caráter a serviço de patrões surrupiadores dos bens nacionais?

Posa de comandante-em-chefe do JotahieNa no Ar, selecionado, dentre papezinhos todos iguais, cidades previamente escolhidas a dedo, para mostrar sua melhor e pior escola da rede pública.
.
Por que tanto cuidado com o povo desse glorioso país se não tem coragem sequer de enfrentar os patrões golpistas, uma única vez, e dizer: “Peraí, chefe! E a minha dignidade, onde fica?”
.
Por que William Bonner calou-se vergonhosamente sobre mais esse escândalo envolvendo Ricardo Teixeira? Por que passaportes “diplomáticos” que só dão direito a salas Vips para os filhos do Lula são mais prejudiciais ao nosso querido Brasil do que bilhões de Reais roubados descaradamente dessa massa incalculável de brasileiros e brasileiras que adoram o futebol?
.
Por que participam desse esquema nojento?... Porque é um falso brasileiro completamente descomprometido com o bem estar deste povo... Porque é um “quinta-coluna” torcendo para o “circo pegar fogo”.
http://mdemulher.abril.com.br/imagem/tv-novelas-famosos/interna-slideshow/bonner-fatima-89.jpg
Não tem vergonha sequer de convidar para esses atos de traição à Pátria, sua outrora exuberante Fátima Bernardes, nem de saber que os filhos serão cobrados por onde andarem, se é que têm coragem de andar por algum lugar.

Bastidores
Por: Rodolfo vasconcellos

Mulher corta pênis de vizinho e o entrega à polícia no Bangladesh

  http://gabiru.info/wordpress/wp-content/uploads/2008/05/paquistanes2.jpg

ÉGUA !: SE A 'MODA' PEGA...

Uma mulher em Bangladesh entregou à polícia o pênis que cortou de um vizinho a quem acusou de ter tentado estuprá-la.

Monju Begum, de 40 anos, casada e mãe de três filhos, disse que Mozammel Haq Mazi invadiu sua casa e a atacou no vilarejo de Mirzapur, cerca de 200 km ao sul da capital do país, Daca.

Ela alegou que Mazi, também casado e pai de cinco filhos, a assediava havia seis meses.

Um médico do hospital onde Mazi está internado disse que o pênis não pôde ser reimplantado.

"A polícia trouxe o pênis muitas horas após ele ter sido cortado. Estamos tratando-o para que possa urinar normalmente sem o pênis", disse o médico A. Sharfuzzaman, que cuida do caso.

Vingança
Mazi nega as acusações e afirma que o ataque foi motivado por vingança.

"Tínhamos um caso e recentemente ela sugeriu que nós podíamos morar juntos em Daca (capital do Bangladesh)", disse ele no hospital.

"Eu recusei e disse que não podia deixar meus filhos, e ela então se vingou."

O porta-voz da polícia Abul Khaer disse que "ela registrou a queixa de estupro, afirmando que lutou com ele, cortou seu pênis e o levou para a delegacia em um saco plástico como prova".

"Vamos prendê-lo assim que sua condição física melhorar", completou.


BBC Brasil

TRÊS MILITANTES ASSASSINADOS E A LISTA NÃO TERMINOU...

http://www.everydaynodaysoff.com/wp-content/uploads/2009/11/FN57.jpg


Em apenas quatro dias, três pessoas são mortas no norte do país por conflitos ligados à terra.

NO PARÁ
O extrativista José Cláudio Ribeiro da Silva, assassinado na terça-feira (24) junto com a mulher Maria do Espírito Santo, deixou um vídeo gravado em novembro de 2010 em que anunciava que estava sendo perseguido. Durante uma palestra sobre sua atividade de castanheiro, Zé Castanha, como é conhecido, disse que estava sendo ameaçado de morte por sua luta contra a exploração desenfreada da floresta Amazônica por madeireiras e carvoarias.

"Sou castanheiro desde os sete anos de idade, vivo da floresta. Protejo ela de todo o jeito. Por isso, eu vivo com a bala na cabeça a qualquer hora. Eu vou pra cima e denuncio os madeireiros, os carvoeiros, e por isso eles acham que eu não posso existir. A mesma coisa que fizeram no Acre com Chico Mendes, querem fazer comigo. A mesma coisa que fizeram com a irmã Dorothy, querem fazer comigo. Eu posso estar hoje aqui conversando com vocês, daqui a um mês vocês podem saber a notícia que eu desapareci”, afirma.



EM RONDÔNIA
Nesta última sexta-feira (27), outra liderança popular foi assassinada. Adelino Ramos, o Dinho, foi baleado enquanto trabalhava vendendo verduras que produzia. Dinho que era sobrevivente do massacre de Corumbiara ocorrido em agosto de 1995, há anos vinha sendo ameaçado em virtude de sua atividade política de denúncia dos crimes ambientais cometidos por madeireiros. Ele era líder do Projeto de Assentamento Florestal Curuquetê, localizado no município de Lábrea à 700 km de Manaus. Também liderava o Movimento Camponês Corumbiara, criado em 1996 após o massacre. 

Levante popular da juventude

AQUI ESTA UMA 'GRANDISSÍSSIMA' PEDIDA!: VAMOS NESSA...

http://3.bp.blogspot.com/-3cVcx4VF1mM/TeRMHojaIzI/AAAAAAAAQeg/GvrEvpECfRQ/s1600/254907_227081403984567_100000481272768_1010127_3835339_n.jpg

segunda-feira, 30 de maio de 2011

O TURISTA DESAPRENDIZ

Alain Finkielkraut

“Graças à anulação da topologia pela tecnologia, a experiência humana, por demais humana, da vizinhança, cede lugar à embriaguez olímpica de uma eqüidistância universal. O homem não é mais vernacular, ele é planetário. 
Seu círculo imediato não é mais local, mas digital. Ele estava ligado a um território, agora está conectado à rede e doravante só tem que fazer autoctonias. A inerência ao mundo era seu destino, o espetáculo e o chamamento do mundo marcam sua acessão à liberdade. Cibernauta e orgulhoso de o ser, ele abandona a obscena materialidade das coisas pelas delícias infinitas de um espaço insubstancial. 
Ele era geográfico e histórico, ei-lo angélico, livre, como os anjos, das fadigas de sua vida na terra e da ordem da encarnação, dotado, como eles, do dom da ubiqüidade e da imponderabilidade. Limitado que era por uma memória mais velha que ele e que o constrangia ao particularizá-lo, libertou-se do fardo do passado, dessa usurpação do dado, dessa alteridade íntima, desse ferimento prejudicial infligido ao sonho de autarcia e dessa presença em si dos mortos que se chama, sem dúvida por antífrase, identidade. 
Fim da existência fechada: dado que a comunicação e a conexão generalizadas apagaram – miraculoso lifting – as rugas que as fronteiras haviam esculpido no rosto da humanidade, a pertença experimentada se apaga em proveito da relação escolhida: doravante todos os mortos estão disponíveis; “a felicidade se eu quiser, qualquer um pode dar qualquer prenome da terra a seu filho, se conectar, sem sair do quarto, a qualquer divertimento, ter acesso imediato às catástrofes, explorar avidamente as mais longínquas culturas, aparecer de repente em todos os lugares históricos, namorar, de chinelos, vitrines nos antípodas, e navegar à vontade nos bancos de dados da grande miscelânea mundial em que as tradições nos transformaram. 
Outrora estava-se num ou noutro lugar, dentro ou fora, em seu próprio país ou no estrangeiro; era-se burguês ou boêmio, sedentário ou nômade. Este tende a desaparecer: o que quer dizer que a qualidade de turista, no homem, substitui pouco a pouco a do habitante e que se anuncia uma era em que, com a abolição simultânea das distâncias e dos destinos, todos poderão ser visitantes de tudo”.


Alain Finkielkraut, A humanidade perdida

Belo Monte de problemas: empresas desistem da hidrelétrica e denuncia contra Felício Pontes é arquivada


Quase todas as empresas que integraram o consórcio vencedor do leilão da Hidrelétrica de Belo Monte, em abril do ano passado, devem deixar a sociedade. Na semana passada, três empresas privadas fizeram pedido formal para sair do grupo investidor Norte Energia: Galvão Engenharia, Serveng e Cetenco. A Contern, do Grupo Bertin, fará o comunicado nos próximos dias. A J.Malucelli Construtora não fez nenhuma formalização ao consórcio, mas também está disposta a se desfazer de sua participação se houver algum interessado.
Outra notícia é que o procurador da República Felício Pontes Jr recebeu resposta da corregedoria do Ministério Público Federal sobre a representação da Norte Energia S.A, que pedia para afastá-lo do caso de Belo Monte por manter um blog sobre as ações judiciais que tratam da usina hidrelétrica. O corregedor-geral substituto, subprocurador-geral da República Mário José Gisi, determinou o arquivamento da reclamação.
A decisão é de 12 de maio, mas só foi comunicada na semana passada ao procurador alvo da reclamação. Essa é a segunda representação contra procuradores que atuam na fiscalização do projeto de Belo Monte arquivada pelo Conselho Nacional do Ministério Público. A Advocacia Geral da União entrou com uma terceira reclamação que ainda vai ser apreciada. 

Lingua Ferina

sexta-feira, 27 de maio de 2011

A MORTE DE UM GRANDE GUERREIRO: ABDIAS DO NASCIMENTO

http://api.ning.com/files/URu8NHgoUwDQeig6aD5yYVeXuPC27odmmQ6XaVvSEexR8u9kb0rQd4P57kkcQ*Nyp0j-Qn6PFNhaR9466fcF34bM0cHOV4Vz/ABDIAS3.jpg
Abdias do Nascimento, morto ontem aos 97 anos, foi um dos pioneiros na luta contra o racismo no Brasil. Fundador do Teatro Experimental do Negro em 1944, organizou o primeiro Congresso do Negro Brasileiro, em 1950. Em 1968, com o endurecimento da ditadura militar, exilou-se nos Estados Unidos, onde trabalhou como professor universitário. Em 1978 foi co-fundador do Movimento Negro Unificado (MNU). Dois anos depois, em maio de 1980, foi, juntamente com Leonel Brizola – de quem se tornara amigo no exílio – um dos fundadores do Partido Democrático Trabalhista (PDT). Escolhido vice-presidente do partido em 1981, neste mesmo ano fundou o Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros, na PUC de São Paulo. Em 1982, Abdias retornou definitivamente ao Brasil. Foi ainda deputado federal, senador e secretário de Estado.
O artigo abaixo, do dramaturgo Nelson Rodrigues, foi escrito há mais de 50 anos e traça um belo perfil de Abdias, da sua luta e da hipocrisia da nossa "democracia racial".  
http://imgsapp.em.com.br/app/noticia_127983242361/2011/05/24/229653/20110524183115977012o.jpg
ABDIAS: O NEGRO AUTÊNTICO


Por Nelson Rodrigues


O que eu admiro em Abdias do Nascimento é a sua irredutível consciência racial. Por outras palavras: trata-se de um negro que se apresenta como tal, que não se envergonha de sê-lo e que esfrega a cor na cara de todo o mundo.
http://www.ipeafro.org.br/home/img.php?f=2010,08,26-98819.jpg

Aí está "Sortilégio", o seu mistério, que vive, justamente, do seu dilaceramento de negro. Eu já imagino o que vão dizer três ou quatro críticos da nova geração: - que o problema não existe no Brasil etc., etc., etc. Mas existe.
http://www.torturanuncamais-rj.org.br/imagens/MED_257.jpg
Abdias Nascimento é Professor Emérito da Universidade do Estado de Nova Iorque e Doutor Honoris Causa pela Universidade de Brasília, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Universidade Federal da Bahia, Universidade do Estado da Bahia e Universidade Obafemi Awolowo, em Ilé Ifé, Nigéria.
E só a obtusidade pétrea ou a má-fé cínica poderão negá-lo. Não caçamos pretos, no meio da rua, a pauladas, como nos Estados Unidos. Mas fazemos o que talvez seja pior. A vida do preto Brasileiro é toda tecida de humilhações. Nós o tratamos com uma cordialidade que é o disfarce pusilânime de um desprezo que fermenta em nós, dia e noite. Acho o branco brasileiro um dos mais racistas do mundo.
http://leccufrj.files.wordpress.com/2011/04/nelson-mandela-e-abdias.jpg

A primeira condição de "Sortilégio" para ser válida como expressão artística de um problema brasileiro está na base da autenticidade. A peça nutre-se de toda a experiência vital do autor. Ele é o "Dr. Emanuel"; 'a semelhança do seu herói, foi atirado no xadrez, como um objeto "doutor africano"; e se fosse casado com uma esposa branca estaria sempre diante do limite do crime, do suicídio, da loucura.
.http://www.imprensa.planalto.gov.br/imagens/Fotografia_imagens/foto_grande/22032004G00002.JPG
Eis a grandeza do personagem: - a exasperada solidão. E que grande e quase intolerável poder de vida tem "Sortilégio"! Na sua firme e harmoniosa estrutura dramática, na sua poesia violenta, na sua dramaticidade ininterrupta, ela também constitui uma grande experiência estética e vital para o espectador. Não tenham dúvidas que a maioria da crítica não vai entendê-la.
http://blogdolobo.com.br/wp-content/uploads/2011/03/abdias-e-brizola.jpg
Abdias com Brizola
Sobretudo, dois ou três cretinos que se intitulam a si mesmos de "novos". Mas não são "novos" coisa nenhuma. Entre a Sra. Barreto Leite, que tem a idade do Sr. Mário Nunes e os Srs. Paulo Francis e Henrique Oscar, que são garotos, não há diferença. Diga-se a verdade total: - não são novos, nem velhos. São burros. 
http://www.proparnaiba.com/sites/default/files/imagecache/full_node/materias_images/abdiasnascimento-300x207.jpg.
Tanto faz, que tenham 15 ou 80 anos. A burrice os isenta do tempo. Vão se atirar contra "Sortilégio". Mas nada impedirá que o mistério negro entre para a escassa história do drama brasileiro.


Publicado no jornal ÚLTIMA HORA em 26 de agosto de 1957




Entrevista de Lázaro Ramos com Abdias em 1995. Video extraído do blog "Tijolaço", do deputado Brizola Neto.

Cláudio camargo

Untitled from Tijolaco on Vimeo.

Pastoral: O estado tem responsabilidade em morte de extrativista

http://media.tribune.ie/site_media/photologue/photos/2009/Nov/07/cache/gun022285_display.jpg
O Estado tem responsabilidade sobre o assassinato do casal de extrativistas José Cláudio Ribeiro da Silva e Maria do Espírito Santo da Silva, que ocorreu na terça-feira, no Pará. A afirmação é do representante da coordenação nacional da Comissão Pastoral da Terra (CPT), Dirceu Fumagalli.
Segundo ele, o nome do casal estava na relação de pessoas ameaçadas de morte entregue, em 2009, ao Ministério da Justiça. "Tanto a CPT regional (do Pará) quanto a CPT nacional já tinham feito essa denúncia. De fato teve essa ocorrência. Todo assassinato por si só é algo abominável, mas esse, na atual conjuntura, é emblemático", afirmou.
Para Fumagali, a morte dos extrativistas explicita como a questão das florestas está sendo tratada no País. "Os madeireiros cumprem um papel sujo, eles avançam pelas florestas, até para limpar as áreas para entregar para os pecuaristas. Há uma sintonia de interesses que não são os da floresta, muito menos daqueles que tentam conviver na floresta", disse.
Uma estimativa da CPT aponta que, entre 2001 e 2010, 377 pessoas foram assassinadas devido aos conflitos agrários no País. Os dados da Ouvidoria Agrária Nacional, do Ministério do Desenvolvimento Agrário, são mais específicos. No mesmo período, 58 pessoas foram assassinadas no Pará em confrontos por terra e outros 62 casos estão sob investigação no Estado.
De acordo com o representante da pastoral, os casos de assassinato continuam ocorrendo frequentemente. João Cláudio e Maria do Espírito Santo foram mortos a tiros ontem em uma estrada vicinal que leva ao Projeto de Assentamento Agroextrativista Praialta-Piranheira, na comunidade de Maçaranduba 2, a 45 km do município de Nova Ipixuna, sudeste do Pará. Há suspeitas de que o crime foi cometido por encomenda.
Ontem, a presidente Dilma Rousseff (PT) determinou ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que a Polícia Federal (PF) seja acionada para investigar o assassinato dos dois líderes, ligados ao Conselho Nacional dos Seringueiros no município de Nova Ipixuna. Além da PF, o Ministério Público Federal e a Polícia Militar do Pará também estão investigando a morte do casal. 
Fonte: (Agência Brasil)

quinta-feira, 26 de maio de 2011

FALTA ALGUÉM NO TRIBUNAL DE HAIA


O ex-general sérvio-bósnio Ratko Mladic
Foi preso o criminoso de guerra Ratko Mladić, o sanguinário comandante militar das forças sérvias da Bósnia, responsável pelo massacre de mais de 8 mil bósnios muçulmanos na cidade de Srebrenica, em junho de 1995. Segundo o Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (ICTY), Srebrenica foi o maior assassinato em massa na Europa desde a Segunda Guerra Mundial e fazia parte da política de “limpeza étnica” – eufemismo para genocídio – das autoridades sérvias comprometidas com o ideal da “Grande Sérvia” depois do desmantelamento da Iugoslávia. Mladić era o braço militar do psiquiatra e poeta Radovan Karadžić, dirigente da República Sérvia da Bósnia (Sprska), preso em 2008 e enviado a Haia. Junto com Slobodan Milošević, ex-presidente da Sérvia morto em 2006, eles formavam o trio macabro dos sérvios. Agora, Karadžić e Mladić vão ser julgados pelo Tribunal Internacional em Haia, na Holanda.

Civis massacrados em Srebrenica

Srebrenica era uma cidade bósnia que havia sido colocada sob proteção da UNPROFOR, as forças de paz da ONU na Iugoslávia, e estava sob cerco das forças sérvias. Cerca de 30 mil civis – a maioria, muçulmanos bósnios – tinham se refugiado na cidade para escapar à ofensiva sérvia no nordeste da Bósnia-Herzegovina. A cidade estava sob proteção de apenas 100 “capacetes azuis” holandeses, mal-armados e mal-equipados. Ajudados por uma unidade militar regular da Sérvia, os Scorpions, os sérvios bombardearam a cidade entre 6 e 11 de junho de 1995. Ao entrarem em Srebrenica, separaram mulheres e crianças de homens e meninos. Estes foram retirados da cidade por dezenas de caminhões. Muitos foram barbaramente torturados antes de serem mortos; alguns foram enterrados vivos. A maioria morreu com as mãos amarradas nas costas e um tiro na nuca. Há relatos de pessoas que foram forçadas a matar seus próprios filhos ou a assistirem à execução destes por soldados sérvios.

Os carniceiros Mladic (à esq). e seu líder Karadzic

A prisão de Karadžić e, agora, de Ratko Mladić, é uma vitória contra a barbárie. Mas falta alguém no tribunal de Haia: são os dirigentes da ONU que se recusaram a enviar reforços para que os capacetes azuis holandeses resistissem ao assalto dos sérvios. Havia inicialmente cerca de 600 soldados holandeses em Srebrenica, mas a maioria foi retirada da cidade. Com a diminuição da tropa, a falta de alimentos, combustível e munição, eles ficaram impedidos de oferecer qualquer resistência. Quando as tropas sérvias entraram em Srebrenica, não houve qualquer resistência dos bósnios; muito menos protesto da ONU. O comandante dos capacetes azuis pediu apoio aéreo à OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) para proteger a cidade do ataque das forças sérvias, mas este lhe foi negado. Os burocratas da UNPROFOR temiam que soldados holandeses detidos como reféns pudessem ser assassinados.

Em 2007, familiares das vítimas de Srebrenica entregaram ao governo holandês os documentos que mostram a omissão da UNPROFOR e dos soldados holandeses frente ao massacre. Eles pedem a responsabilização do Estado holandês e da ONU. O Tribunal Penal Internacional até agora não se pronunciou.







MÁSCARAS TIRADAS!: CONFIRA AQUI COMO CADA DEPUTADO VOTOU O TEXTO-BASE DO CÓDIGO FLORESTAL

http://media1.break.com/dnet/media/2008/8/01aug13-tree-face.jpg

Renata Camargo do Congresso em Foco

Com a base rachada, o projeto de lei que cria o novo Código Florestal, de autoria do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), mostrou que, no Congresso, a força do Executivo dependerá do teor da matéria. Muito polêmica, a votação do novo código separou o plenário em dois grupos de força: de um lado, ruralistas, que uniram a maioria da base e oposição, e de outro, ambientalistas, que agora terão que traçar novas estratégias para costurar mudanças no texto no Senado.
Do maior partido da Casa, o PT, os votos contrários ao texto de Aldo vieram de 35 deputados. A orientação do partido foi favorável à matéria, mas o líder da bancada, deputado Paulo Teixeira (SP), liberou os parlamentares que quiseram votar contra. Do PMDB, segundo maior partido, todos os parlamentares encaminharam a favor. O PSDB, terceiro partido em tamanho na Câmara, contou apenas com o voto contra do deputado Ricardo Tripoli (SP).
Veja como cada deputado votou o texto-base do relatório de Aldo Rebelo sobre o novo Código Florestal:
DEM
 
Abelardo Lupion PR Sim
Alexandre Leite SP Sim
Antonio Carlos Magalhães Neto BA Sim
Arolde de Oliveira RJ Sim
Augusto Coutinho  PE Sim
Claudio Cajado BA Sim
Davi Alcolumbre  AP Sim
Eduardo Sciarra  PR Sim
Efraim Filho  PB Sim
Eleuses Paiva  SP Sim
Eli Correa Filho  SP Sim
Fábio Souto  BA Sim
Felipe Maia  RN Sim
Fernando Torres  BA Sim
Guilherme Campos  SP Sim
Heuler Cruvinel  GO Sim
Hugo Napoleão  PI Sim
Irajá Abreu  TO Sim
Jairo Ataide  MG Sim
Jorge Tadeu Mudalen  SP Sim
José Nunes  BA Sim
Júlio Campos  MT Sim
Júlio Cesar  PI Sim
Junji Abe  SP Sim
Lira Maia  PA Sim
Luiz Carlos Setim  PR Sim
Mandetta  MS Sim
Marcos Montes  MG Sim
Mendonça Prado  SE Sim
Onofre Santo Agostini  SC Sim
Pauderney Avelino  AM Sim
Paulo Cesar Quartiero  RR Sim
Paulo Magalhães  BA Sim
Professora Dorinha Seabra Rezende  TO Sim
Rodrigo Maia  RJ Sim
Ronaldo Caiado  GO Sim
Vitor Penido  MG Sim
Walter Ihoshi  SP Sim
Total DEM: 38
PCdoB
Aldo Rebelo  SP Sim
Alice Portugal  BA Sim
Assis Melo  RS Sim
Chico Lopes  CE Sim
Daniel Almeida  BA Sim
Delegado Protógenes  SP Sim
Edson Pimenta  BA Sim
Evandro Milhomen  AP Sim
Jandira Feghali  RJ Sim
Jô Moraes  MG Sim
Luciana Santos  PE Sim
Manuela D`Ávila  RS Sim
Osmar Júnior  PI Sim
Perpétua Almeida  AC Sim
Total PCdoB: 14
PDT
Ademir Camilo  MG Sim
André Figueiredo  CE Sim
Ângelo Agnolin  TO Sim
Brizola Neto  RJ Não
Damião Feliciano  PB Sim
Dr. Jorge Silva  ES Sim
Enio Bacci  RS Sim
Felix Mendonça Júnior  BA Sim
Flávia Morais  GO Sim
Giovani Cherini  RS Sim
Giovanni Queiroz  PA Sim
João Dado  SP Sim
José Carlos Araújo  BA Sim
Manato  ES Sim
Marcelo Matos  RJ Sim
Marcos Medrado  BA Sim
Miro Teixeira  RJ Não
Oziel Oliveira  BA Sim
Paulo Pereira da Silva  SP Sim
Paulo Rubem Santiago  PE Não
Reguffe  DF Não
Salvador Zimbaldi  SP Sim
Sebastião Bala Rocha  AP Obstrução
Sueli Vidigal  ES Sim
Vieira da Cunha  RS Não
Wolney Queiroz  PE Sim
Zé Silva  MG Sim
Total PDT: 27
PHS
Felipe Bornier  RJ Sim
José Humberto  MG Sim
Total PHS: 2
PMDBAdrian  RJ Sim
Alberto Filho  MA Sim
Alceu Moreira  RS Sim
Alexandre Santos  RJ Sim
Almeida Lima  SE Sim
André Zacharow  PR Sim
Aníbal Gomes  CE Sim
Antônio Andrade  MG Sim
Arthur Oliveira Maia  BA Sim
Átila Lins  AM Sim
Benjamin Maranhão  PB Sim
Camilo Cola  ES Sim
Carlos Bezerra  MT Sim
Celso Maldaner  SC Sim
Danilo Forte  CE Sim
Darcísio Perondi  RS Sim
Edinho Araújo  SP Sim
Edinho Bez  SC Sim
Edio Lopes  RR Sim
Edson Ezequiel  RJ Sim
Eduardo Cunha  RJ Sim
Elcione Barbalho  PA Sim
Fabio Trad  MS Sim
Fátima Pelaes  AP Sim
Fernando Jordão  RJ Sim
Flaviano Melo  AC Sim
Francisco Escórcio  MA Sim
Gastão Vieira  MA Sim
Gean Loureiro  SC Sim
Genecias Noronha  CE Sim
Geraldo Resende  MS Sim
Henrique Eduardo Alves  RN Sim
Hermes Parcianello  PR Sim
Hugo Motta  PB Sim
Íris de Araújo  GO Sim
João Arruda  PR Sim
João Magalhães  MG Sim
Joaquim Beltrão  AL Sim
José Priante  PA Sim
Júnior Coimbra  TO Sim
Leandro Vilela  GO Sim
Lelo Coimbra  ES Sim
Luciano Moreira  MA Sim
Lucio Vieira Lima  BA Sim
Luiz Otávio  PA Sim
Manoel Junior  PB Sim
Marcelo Castro  PI Sim
Marinha Raupp  RO Sim
Marllos Sampaio  PI Sim
Mauro Benevides  CE Sim
Mauro Mariani  SC Sim
Mendes Ribeiro Filho  RS Sim
Moacir Micheletto  PR Sim
Natan Donadon  RO Sim
Nelson Bornier  RJ Sim
Newton Cardoso  MG Sim
Nilda Gondim  PB Sim
Osmar Serraglio  PR Sim
Osmar Terra  RS Sim
Paulo Piau  MG Sim
Pedro Chaves  GO Sim
Professor Setimo  MA Sim
Raimundão  CE Sim
Raul Henry  PE Sim
Reinhold Stephanes  PR Sim
Renan Filho  AL Sim
Rogério Peninha Mendonça  SC Sim
Ronaldo Benedet  SC Sim
Rose de Freitas  ES Sim
Saraiva Felipe  MG Sim
Solange Almeida  RJ Sim
Valdir Colatto  SC Sim
Washington Reis  RJ Sim
Wladimir Costa  PA Sim
Total PMDB: 74
PMN
Dr. Carlos Alberto  RJ Sim
Fábio Faria  RN Sim
Jaqueline Roriz  DF Sim
Walter Tosta  MG Sim
Total PMN: 4
PP
Afonso Hamm  RS Sim
Aguinaldo Ribeiro  PB Sim
Arthur Lira  AL Sim
Beto Mansur  SP Sim
Carlos Magno  RO Sim
Carlos Souza  AM Sim
Cida Borghetti  PR Sim
Dilceu Sperafico  PR Sim
Dimas Fabiano  MG Sim
Eduardo da Fonte  PE Sim
Esperidião Amin  SC Sim
Gladson Cameli  AC Sim
Iracema Portella  PI Sim
Jair Bolsonaro  RJ Sim
Jeronimo Goergen  RS Sim
José Linhares  CE Sim
José Otávio Germano  RS Sim
Lázaro Botelho  TO Sim
Luis Carlos Heinze  RS Sim
Luiz Argôlo  BA Sim
Luiz Fernando Faria  MG Sim
Márcio Reinaldo Moreira  MG Sim
Missionário José Olimpio  SP Sim
Nelson Meurer  PR Sim
Neri Geller  MT Sim
Paulo Maluf  SP Sim
Raul Lima  RR Sim
Rebecca Garcia  AM Sim
Renato Molling  RS Sim
Roberto Balestra  GO Sim
Roberto Britto  BA Sim
Roberto Dorner  MT Sim
Roberto Teixeira  PE Sim
Sandes Júnior  GO Sim
Simão Sessim  RJ Sim
Toninho Pinheiro  MG Sim
Vilson Covatti  RS Sim
Waldir Maranhão  MA Sim
Zonta  SC Sim
Total PP: 39
PPS
Arnaldo Jardim  SP Sim
Arnaldo Jordy  PA Não
Augusto Carvalho  DF Sim
Carmen Zanotto  SC Sim
César Halum  TO Sim
Dimas Ramalho  SP Sim
Geraldo Thadeu  MG Sim
Moreira Mendes  RO Sim
Roberto Freire  SP Não
Rubens Bueno  PR Sim
Sandro Alex  PR Sim
Stepan Nercessian  RJ Sim
Total PPS: 12
PR
Aelton Freitas  MG Sim
Anthony Garotinho  RJ Sim
Aracely de Paula  MG Sim
Bernardo Santana de Vasconcellos  MG Sim
Diego Andrade  MG Sim
Dr. Adilson Soares  RJ Sim
Dr. Paulo César  RJ Não
Francisco Floriano  RJ Sim
Giacobo  PR Sim
Giroto  MS Sim
Gorete Pereira  CE Sim
Henrique Oliveira  AM Sim
Homero Pereira  MT Sim
Inocêncio Oliveira  PE Sim
Izalci  DF Sim
João Carlos Bacelar  BA Sim
João Maia  RN Sim
José Rocha  BA Sim
Laercio Oliveira  SE Sim
Liliam Sá  RJ Não
Lincoln Portela  MG Sim
Lúcio Vale  PA Sim
Maurício Quintella Lessa  AL Sim
Maurício Trindade  BA Sim
Neilton Mulim  RJ Sim
Paulo Freire  SP Sim
Ronaldo Fonseca  DF Sim
Sandro Mabel  GO Sim
Tiririca  SP Sim
Vicente Arruda  CE Sim
Wellington Fagundes  MT Sim
Wellington Roberto  PB Sim
Zoinho  RJ Sim
Total PR: 33
PRB
Acelino Popó  BA Sim
Antonio Bulhões  SP Sim
George Hilton  MG Sim
Heleno Silva  SE Sim
Jhonatan de Jesus  RR Sim
Jorge Pinheiro  GO Sim
Márcio Marinho  BA Sim
Otoniel Lima  SP Sim
Ricardo Quirino  DF Sim
Vilalba  PE Sim
Vitor Paulo  RJ Sim
Total PRB: 11
PRPJânio Natal  BA Sim
Total PRP: 1
PRTB
Aureo  RJ Sim
Vinicius Gurgel  AP Sim
Total PRTB: 2
PSB
Abelardo Camarinha  SP Sim
Ana Arraes  PE Sim
Antonio Balhmann  CE Sim
Ariosto Holanda  CE Sim
Audifax  ES Não
Domingos Neto  CE Sim
Dr. Ubiali  SP Sim
Edson Silva  CE Sim
Fernando Coelho Filho  PE Sim
Gabriel Chalita  SP Sim
Givaldo Carimbão  AL Sim
Glauber Braga  RJ Não
Gonzaga Patriota  PE Sim
Jefferson Campos  SP Sim
Jonas Donizette  SP Sim
José Stédile  RS Sim
Júlio Delgado  MG Sim
Keiko Ota  SP Sim
Laurez Moreira  TO Sim
Leopoldo Meyer  PR Sim
Luiz Noé  RS Sim
Luiza Erundina  SP Não
Mauro Nazif  RO Sim
Pastor Eurico  PE Sim
Paulo Foletto  ES Sim
Ribamar Alves  MA Sim
Romário  RJ Sim
Sandra Rosado  RN Sim
Valadares Filho  SE Sim
Valtenir Pereira  MT Sim
Total PSB: 30
PSC
Andre Moura  SE Sim
Antônia Lúcia  AC Sim
Carlos Eduardo Cadoca  PE Sim
Deley  RJ Não
Edmar Arruda  PR Sim
Erivelton Santana  BA Sim
Filipe Pereira  RJ Sim
Hugo Leal  RJ Sim
Lauriete  ES Sim
Marcelo Aguiar  SP Sim
Nelson Padovani  PR Sim
Pastor Marco Feliciano  SP Sim
Ratinho Junior  PR Sim
Sérgio Brito  BA Sim
Silas Câmara  AM Sim
Stefano Aguiar  MG Sim
Takayama  PR Sim
Zequinha Marinho  PA Sim
Total PSC: 18
PSDB
Alfredo Kaefer  PR Sim
André Dias  PA Sim
Andreia Zito  RJ Sim
Antonio Carlos Mendes Thame  SP Sim
Antonio Imbassahy  BA Sim
Berinho Bantim  RR Sim
Bonifácio de Andrada  MG Sim
Bruna Furlan  SP Sim
Bruno Araújo  PE Sim
Carlaile Pedrosa  MG Sim
Carlos Alberto Leréia  GO Sim
Carlos Brandão  MA Sim
Carlos Roberto  SP Sim
Carlos Sampaio  SP Sim
Cesar Colnago  ES Sim
Delegado Waldir  GO Sim
Domingos Sávio  MG Sim
Duarte Nogueira  SP Sim
Dudimar Paxiúba  PA Sim
Eduardo Azeredo  MG Sim
Eduardo Barbosa  MG Sim
Hélio Santos  MA Sim
João Campos  GO Sim
Jorginho Mello  SC Sim
Jutahy Junior  BA Sim
Luiz Carlos  AP Sim
Luiz Fernando Machado  SP Sim
Luiz Nishimori  PR Sim
Manoel Salviano  CE Sim
Mara Gabrilli  SP Sim
Marcio Bittar  AC Sim
Marcus Pestana  MG Sim
Nelson Marchezan Junior  RS Sim
Otavio Leite  RJ Sim
Paulo Abi-Ackel  MG Sim
Pinto Itamaraty  MA Sim
Raimundo Gomes de Matos  CE Sim
Reinaldo Azambuja  MS Sim
Ricardo Tripoli  SP Não
Rodrigo de Castro  MG Abstenção
Rogério Marinho  RN Sim
Romero Rodrigues  PB Sim
Rui Palmeira  AL Sim
Ruy Carneiro  PB Sim
Valdivino de Oliveira  GO Sim
Vanderlei Macris  SP Sim
Vaz de Lima  SP Sim
Wandenkolk Gonçalves  PA Sim
William Dib  SP Sim
Total PSDB: 49
PSL
Dr. Francisco Araújo  RR Sim
Dr. Grilo  MG Sim
Total PSL: 2
Psol
Chico Alencar  RJ Não
Ivan Valente  SP Não
Total Psol: 2
PT
Alessandro Molon  RJ Não
Amauri Teixeira  BA Não
André Vargas  PR Sim
Angelo Vanhoni  PR Sim
Antônio Carlos Biffi  MS Não
Arlindo Chinaglia  SP Sim
Artur Bruno  CE Não
Assis do Couto  PR Sim
Benedita da Silva  RJ Sim
Beto Faro  PA Sim
Bohn Gass  RS Sim
Cândido Vaccarezza  SP Sim
Carlinhos Almeida  SP Sim
Carlos Zarattini  SP Sim
Chico D`Angelo  RJ Não
Cláudio Puty  PA Não
Décio Lima  SC Sim
Devanir Ribeiro  SP Sim
Domingos Dutra  MA Não
Dr. Rosinha  PR Não
Edson Santos  RJ Sim
Eliane Rolim  RJ Sim
Emiliano José  BA Sim
Erika Kokay  DF Não
Eudes Xavier  CE Não
Fátima Bezerra  RN Não
Fernando Ferro  PE Não
Fernando Marroni  RS Não
Francisco Praciano  AM Não
Gabriel Guimarães  MG Sim
Geraldo Simões  BA Sim
Gilmar Machado  MG Sim
Henrique Fontana  RS Não
Janete Rocha Pietá  SP Não
Jesus Rodrigues  PI Não
Jilmar Tatto  SP Não
João Paulo Lima  PE Não
João Paulo Cunha  SP Sim
Jorge Boeira  SC Sim
José De Filippi  SP Sim
José Guimarães  CE Sim
José Mentor  SP Sim
Joseph Bandeira  BA Sim
Josias Gomes  BA Sim
Leonardo Monteiro  MG Não
Luci Choinacki  SC Sim
Luiz Alberto  BA Não
Luiz Couto  PB Sim
Márcio Macêdo  SE Não
Marco Maia  RS Art. 17
Marcon  RS Não
Marina Santanna  GO Não
Miriquinho Batista  PA Sim
Nazareno Fonteles  PI Não
Nelson Pellegrino  BA Sim
Newton Lima  SP Não
Odair Cunha  MG Sim
Padre João  MG Não
Padre Ton  RO Não
Paulo Pimenta  RS Não
Paulo Teixeira  SP Sim
Pedro Eugênio  PE Sim
Pedro Uczai  SC Não
Policarpo  DF Sim
Professora Marcivania  AP Não
Reginaldo Lopes  MG Sim
Ricardo Berzoini  SP Sim
Rogério Carvalho  SE Não
Ronaldo Zulke  RS Sim
Rui Costa  BA Sim
Ságuas Moraes  MT Sim
Sérgio Barradas Carneiro  BA Sim
Sibá Machado  AC Não
Taumaturgo Lima  AC Sim
Valmir Assunção  BA Não
Vicente Candido  SP Sim
Vicentinho  SP Sim
Waldenor Pereira  BA Não
Weliton Prado  MG Sim
Zé Geraldo  PA Sim
Zeca Dirceu  PR Sim
Total PT: 81
PTB
Alex Canziani  PR Sim
Antonio Brito  BA Sim
Arnaldo Faria de Sá  SP Sim
Arnon Bezerra  CE Sim
Celia Rocha  AL Sim
Danrlei De Deus Hinterholz  RS Sim
Eros Biondini  MG Sim
João Lyra  AL Sim
Jorge Corte Real  PE Sim
José Augusto Maia  PE Sim
José Chaves  PE Sim
Josué Bengtson  PA Sim
Jovair Arantes  GO Sim
Nelson Marquezelli  SP Sim
Nilton Capixaba  RO Sim
Paes Landim  PI Sim
Ronaldo Nogueira  RS Sim
Sabino Castelo Branco  AM Sim
Sérgio Moraes  RS Sim
Silvio Costa  PE Sim
Walney Rocha  RJ Sim
Total PTB: 21
PTC
Edivaldo Holanda Junior  MA Sim
Total PTC: 1
PTdoBCristiano  RJ Sim
Lourival Mendes  MA Sim
Luis Tibé  MG Sim
Total PTdoB: 3
PV
Alfredo Sirkis  RJ Não
Antônio Roberto  MG Não
Dr. Aluizio  RJ Não
Fábio Ramalho  MG Não
Guilherme Mussi  SP Não
Lindomar Garçon  RO Não
Paulo Wagner  RN Não
Ricardo Izar  SP Não
Roberto de Lucena  SP Não
Roberto Santiago  SP Não
Rosane Ferreira  PR Não
Sarney Filho  MA Não
Total PV: 12


RESPEITO SIM SENHOR !: CUBA TEM REUNIÃO DE CIDADÃOS CENTENÁRIOS

http://cdn.wn.com/ph/img/08/b6/3514fdaa360d31975fb606fdef34-grande.jpg.
Idosos de mais de 100 explicaram, em Havana, os segredos da longevidade. São eles: hábitos saudáveis, boa alimentação, atitude positiva, amor e sorte.

Alcadio Radiyo, de 103 anos, Bertha Poey, 100, Marino Rodriguez, 101, Maria Antonieta Esteva, 102, Zoila Migdalia Caballero, 102, Rosa Maria Cartaya, 104, Graciela Concepcion Caña, 101 e Dulce Maria Turros, 100, participam do Nono Congresso Internacional para a Longevidade Satisfatória, nesta quinta-feira (26), em Havana. Os anfitriões cubanos afirmaram que o segredo de chegar bem aos cem anos são: hábitos saudáveis, boa alimentação, atitude positiva, amor e sorte. (Foto: AP) 
Alcadio Radiyo, de 103 anos, Bertha Poey, 100, Marino Rodriguez, 101, Maria Antonieta Esteva, 102, Zoila Migdalia Caballero, 102, Rosa Maria Cartaya, 104, Graciela Concepcion Caña, 101 e Dulce Maria Turros, 100, participam do Nono Congresso Internacional para a Longevidade Satisfatória, nesta quinta-feira (26), em Havana. Os anfitriões cubanos afirmaram que o segredo de chegar bem aos cem anos são: hábitos saudáveis, boa alimentação, atitude positiva, amor e sorte. (Foto: AP)
Idosos preparam-se para caminhada, parte das atividades. Cuba tem 1.551 pessoas com mais de cem anos. A pessoa mais velha da ilha, de 126 anos, é Juana Bautista de la Candelaria, que vive em Campechuela, na província de Granma. (Foto: AP) 
Idosos preparam-se para caminhada, parte das atividades. Cuba tem 1.551 pessoas com mais de cem anos. A pessoa mais velha da ilha, de 126 anos, é Juana Bautista de la Candelaria, que vive em Campechuela, na província de Granma.
http://3.bp.blogspot.com/_Dl7FUV65NJc/SelKQKNX1UI/AAAAAAAACd4/E7cK1o7jbbQ/s200/cuban-face2.jpg

Fonte: G1

Blog Solidários
robson ceron
Posted in

Circo & barbárie : Ruralistas vaiam casal de extrativistas mortos no Pará

http://maisindaia.com.br/site/wp-content/uploads/2010/04/36669.jpg
Direto do picadeiro central
Na última quarta-feira, por volta das 16h, quando o plenário da Câmara dos Deputados já encaminhava a votação da destruição do Código Florestal, foi anunciada a notícia do assassinato dos extrativistas José Cláudio Ribeiro da Silva e sua companheira, Maria do Espírito Santo da Silva.


Ao dizerem que o casal procurava defender a floresta e que eram ambientalistas, uma vaia vindo das galerias da Câmara e de deputados ruralistas tomou conta da sessão.

Vejam a cena imoral e vergonhosa:

Mais protestos contra o aumento da passagem em Santarém


Dando continuidade ao processo de mobilização contra o reajuste da tarifa de ônibus em Santarém/PA, mais de 200 estudantes, entre universitários e secundaristas, tomaram as ruas da cidade, nesta quarta-feira (25/05), para pressionar a Prefeita Maria do Carmo Martins (PT) a não decretar nenhum aumento no transporte coletivo.
A manifestação teve início às 8 horas da manhã na Praça São Sebastião, local de concentração dos estudantes. De lá, os manifestantes caminharam pelas ruas do centro de Santarém, entoando palavras de ordem de protesto contra o governo municipal que, mais uma vez, quer aumentar a tarifa sem aumentar a qualidade do serviço.
A estudante Janaina Azevedo, integrante do grêmio do colégio estadual São Francisco, afirma que “além da luta contra o reajuste da tarifa, nós queremos gratuidade nos coletivos para todos os estudantes de Santarém. Passe livre já!”.
Após percorrer o centro da cidade, inclusive paralisando o trânsito em algumas ruas, a passeata subiu a Av. Barão do Rio Branco, parando em frente ao Sindicato das Empresas do Transporte Coletivo (SETRANS), local em que o coordenador geral da UES, Ib Tapajós, disparou: “Nós sabemos que a infra-estrutura de Santarém está péssima, com as ruas cheias de buracos. Porém, os empresários de ônibus têm de pressionar a Prefeitura para melhorar a infra-estrutura urbana do município, ao invés de tentarem repassar para a população os prejuízos que sofrem. A classe trabalhadora não pode ser penalizada pela incompetência do poder público municipal”.
Saindo do SETRANS, os estudantes seguiram rumo à Prefeitura Municipal de Santarém (PMS), enfrentando inclusive a chuva que começou a cair na cidade. Chegando ao Palácio Jarbas Passarinho, sede da Prefeitura, os manifestantes ocuparam o pátio e exigiram uma audiência com a prefeita Maria do Carmo. No entanto, de acordo com informação repassada pelos funcionários da PMS, Maria se encontrava em Brasília.
Sendo assim, uma comissão de estudantes foi recebida pelo Secretário de Transportes, Sandro Lopes, e pelo Secretário de Governo, Juca Pimentel. Na reunião, as lideranças estudantis apresentaram uma pauta de reivindicações ao governo, que inclui, além, do congelamento da tarifa integral, a instituição do passe livre e a ampliação das linhas universitárias, de modo a atender devidamente os acadêmicos da UFOPA e UEPA, e a abertura de processo licitatório para selecionar as empresas que tenham melhores condições de operacionalizar o serviço.
Nenhuma posição concreta foi dada aos estudantes. Segundo Juca Pimentel, a Prefeita ainda não tomou nenhum posicionamento sobre o reajuste da tarifa. Quanto ao passe livre, o referido secretário afirmou que tal pauta deve ser encaminhada junto ao Conselho Municipal de Transportes, que é o espaço da sociedade civil para discutir e deliberar sobre políticas públicas de transporte no município.
Frente à ausência de respostas objetivas às demandas apresentadas, o movimento estudantil continuará mobilizado e promete voltar às ruas para reivindicar as pautas pendentes. “Nossa luta não se refere somente à tarifa. Queremos um transporte público de qualidade, que atenda devidamente à demanda da população santarena.” – afirma Ib Tapajós.
Diante de tudo isso, o dia 25 de maio de 2011 foi uma data especial para o conjunto dos estudantes de Santarém. Mais uma vez o movimento estudantil deu um show de democracia e de protagonismo social, demonstrando a todos que a juventude em luta é capaz de mudar os rumos da história. Até a vitória sempre!

PALOCCI ESTA NO 'PAREDON', MAS O ALVO É... DILMINHA !


Bancada evangélica ameaçou apoiar ida do ministro ao Congresso caso cartilha continuasse sendo produzida

Contra convocação de Palocci, Dilma tira material anti homofobia de circulação

BRASÍLIA - Assustado com a ameaça feita na noite desta terça-feira, 24, no plenário, de convocação do ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, caso o governo não retire de circulação o chamado "kit anti homofobia", o governo decidiu receber as bancadas religiosas no Planalto e anunciar a suspensão de divulgação de qualquer material sobre o tema. Essas decisões foram anunciadas nesta quarta-feira, 25, pelo ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, logo depois do encerramento de uma conversa com parlamentares das bancadas evangélica, católica e de defesa da família. Contra convocação de Palocci, Dilma tira material anti homofobia de circulação
Bancada evangélica ameaçou apoiar ida do ministro ao Congresso caso cartilha continuasse sendo produzida

O EStado de S.Paulo

Policiais truculentos que foram enviados para evitar apologia ao crime foram punidos




Foram afastados de seus cargos na Polícia Militar de São Paulo os dois tenentes responsáveis pelaoperação realizada durante protesto pela liberdade de expressão, no sábado, dia 21. Em nota divulgada pela PM nesta quarta-feira, 25, "os tenentes comandantes da operação foram colocados na realização de atividades internas e administrativas".
Os policiais foram enviados para evitar apologia às drogas, já que a Marcha da Maconha havia sido proibida pela Justiça. A manifestação pela liberdade de expressão reuniu cerca de 500 pessoas e foi dispersada por gás lacrimogênio e balas de borracha, terminando com seis presos e um policial ferido.
Os tenentes devem ficar afastados de seus cargos até que a sindicância instaurada pelo Comando da PM, que investiga se houve desvio de conduta profissional e se os manifestantes fizeram apologia à maconha, termine.
 

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Comissão do Senado aprova plebiscito para criação do estado de Tapajós

Foto: Divulgação 
Mapa mostra como ficaria o atual estado do Pará após a divisão |
Brasília - A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou nesta quarta-feira a convocação de um plebiscito para a criação do estado de Tapajós. Caso a proposta seja aprovada pelo plenário da Casa, a nova unidade federativa terá 27 municípios e 1,7 milhão de habitantes.
A decisão a favor do plebiscito foi quase unânime dos senadores que compõem a comissão. Apesar da aprovação, muitos parlamentares ressaltaram uma discussão mais ampla sobre a criação de novos estados no país.

A Câmara já havia aprovado a realização de prebiscito para o estado de Carajás. A ideia é dividir o Pará em três estados diferentes. A realização da consulta popular para Tapajós depende agora somente de aprovação do plenário, que votará a medida em caráter emergencial.

Se aprovado, o Tribunal Regional Eleitoral do Pará terá seis meses para realizar o plebiscito.

O DIA

ENERGIA PRÉ-PAGA SERÁ TESTADA NA ILHA DO MARAJÓ

Cidade de Curralinho,Ilha do Marajó
Terça-Feira, 24/05/2011
Um projeto-piloto será introduzido no Marajó. Consumidor terá maior controle sobre gastos com energia. Modalidade será implementada em Curralinho e entrará em operação em todo o Estado a partir de agosto. A Celpa está entre as primeiras concessionárias do país a receber autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para desenvolver projeto experimental de energia pré-paga. A nova modalidade proporcionará ao consumidor a possibilidade de pagamento prévio do serviço, a exemplo do que já ocorre com a telefonia móvel.
O búfalo Selvagem é a montaria ideal da amazona paraense-marajoára
Assim, o consumidor poderá controlar melhor seus gastos, pois o medidor informará por meio de avisos sonoros e luminosos, quando os créditos estiverem próximos de se esgotarem. O consumidor também poderá comprar créditos aos poucos, de acordo com suas necessidades.


No Pará, a Celpa desenvolve projeto-piloto de faturamento pré-pago de energia em áreas remotas da zona rural do Estado e é pioneira no Brasil. O primeiro projeto experimental será implantando na comunidade Araras, em Curralinho, no Marajó. Na mesma comunidade, a concessionária está implantando um sistema de geração de energia com fontes renováveis. O projeto de faturamento pré-pago está previsto para ser implantado no final de julho deste ano e entrar em operação em agosto, atendendo com medição pré-paga as 78 unidades consumidoras da comunidade.

Embarcando rumo ao paraíso marajoára
A concessionária irá avaliar resultados relacionados à redução dos custos com serviços de leitura, entrega de faturas, suspensão e religação, fatores que podem contribuir para reduzir o impacto tarifário ao consumidor.

EM ELABORAÇÃO
A adoção da modalidade depende de regulamentação da Aneel. O regulamento específico está em fase de elaboração e ficará disponível para participação da sociedade, por meio de consulta e audiência pública. Também está previsto um seminário internacional para intercâmbio de informações e debates com agentes, especialistas do setor, órgãos de defesa do consumidor e demais entidades sobre as experiências de outros países. Durante os estudos para implantação do pré-pagamento, a Aneel vai analisar os benefícios tarifários que essa opção poderá representar.
EXEMPLOS
O pré-pagamento de energia é utilizado no Reino Unido, Estados Unidos, França, Austrália, Moçambique e na África do Sul.


Obs do Blog : É preciso observar que lá, nos países do chamado primeiro mundo, a contrapartida dos serviços é primorosa, dificilmente ocorre essa verdadeira avalanche de "apagões", esculhambação que, estamos acostumados a assistir por aqui e, quando - ou   se ocorrer por lá, certamente o cidadão prejudicado é devidamente notificado e  indenizado pelos gestores responsáveis.
Aqui, quando ocorrer,o jeito será a população ribeirinha se queixar com o bispo local. 

Fonte: Diário do Pará



A GUERRA JUSTA !

CONTRA A CONVERSÃO FORÇADA - INCLUSIVE À DEMOCRACIA


Hugo Grotius

Uma bela reflexão do professor José Luís Fiori sobre o suposto "direito de intervenção numanitária" das nações ditas civilizadas. 

"Hugo Grotius (1583- 1645), pai do direito internacional moderno, foi herdeiro da tradição humanista e cosmopolita da filosofia estóica, que formulou, pela primeira vez, a ideia de uma sociedade internacional solidária e submetida a leis universais. Mesmo sendo cristão e teólogo, Grotius desenvolveu a tese de que essas leis universais faziam parte de um ‘direito natural comum a todos os povos... tão imutável que não poderia ser mudado nem pelo próprio Deus’. Para o jurista holandês, o direito à segurança e à paz faziam parte desses direitos fundamentais dos homens e das nações. Apesar disso, Grotius considerava que o recurso à guerra também era um direito natural dos povos que viviam dentro de um sistema internacional composto por múltiplos estados, desde que a guerra visasse "assegurar a conservação da vida e do corpo e a aquisição das coisas úteis à existência". Mas apesar disso, Grotius não concebeu nem defendeu a possibilidade de que se propusesse como objetivo a defesa ou promoção internacional dos próprios direitos humanos. Em parte, porque ele era católico e conhecia a decisão do Concílio de Constança (1414- 1418. O mesmo que condenou como herético o reformador John Wycliffe e mandou Jan Hus à fogueira, observações minhas) que fixara a doutrina da ilegitimidade da ‘conversão forçada’, e de todo tipo de guerra visando a conversão de outros povos, como tinha sido o caso das Cruzadas, nos séculos anteriores.



Depois do Concílio de Constança, o conceito de ‘guerra justa’ ficou restrito - para os católicos, e para quase todos os europeus - as guerras que respondessem a uma agressão, e que fossem caracterizadas como um ato jurídico, destinado a reconstituir o status quo ante. Grotius não desenvolveu o argumento, mas se pode deduzir, do seu ponto de vista, que os direitos humanos, como a fé religiosa, são uma luta e uma conquista de cada homem, e da cada povo em particular. Sobretudo, porque ele foi um dos primeiros a se dar conta que num sistema internacional formado por múltiplos estados, era inevitável que coexistissem várias ‘inocências subjetivas’, frente a uma mesma ‘justiça objetiva’. Não havendo forma de arbitrar – ‘objetivamente’ - sobre a razão ou legitimidade de uma guerra declarada entre dois povos que reivindicassem uma interpretação diferente, dos mesmos direitos fundamentais, dos homens e das nações. Nesse sentido, a própria ideia de uma guerra em nome dos ‘direitos humanos’, contém uma contradição conceitual, e é por isso que todas elas acabam se transformando, inevitavelmente, numa ‘guerra de conversão’, ou numa nova forma de Cruzada.

Immanuel Kant

Em última instância, esse também é o motivo pelo qual a discussão sobre Direitos Humanos, no campo internacional, se transformou - depois do fim da Guerra Fria - num terreno cercado de boas intenções, mas minado pelo oportunismo e pela hipocrisia. Porque existe, de fato, uma fronteira muito tênue e imprecisa entre a defesa do princípio geral, como projeto e como utopia, e a arrogância de alguns estados e governos que se auto-atribuem o "direito natural" de arbitrar e difundir, pela força, a tábua ocidental dos direitos humanos. Para compreender a complexidade e a fluidez dessa fronteira, basta ler um outro grande filósofo iluminista e cosmopolita, o alemão Immanuel Kant, dividido entre a sua utopia de uma ‘paz perpétua’, e o seu desejo de converter o ‘gênero humano’ à ‘ética internacional civilizada’. Para Kant, ‘no grau de cultura em que ainda se encontra o gênero humano, a guerra é um meio inevitável para estender a civilização, e só depois que a cultura tenha se desenvolvido (Deus sabe quando), será saudável e possível uma paz perpétua’. (Começo verossímil da história humana, 1796)."

(trecho de um artigo publicado no jornal Valor Econômico de 27 de abril de 2011 sob o título O direito humano à guerra)